Finanças e Patrimônio

A PARANAPREVIDÊNCIA adota processo próprio de credenciamento, com critérios definidos na seleção de instituições financeiras, tendo como base um novo Edital de Credenciamento.

O Edital de Credenciamento, elaborado em 2019, não atendia mais aos critérios estabelecidos na Resolução e na nova Portaria MTP nº 1.467/2022, pois previa apenas o credenciamento de administradores e gestores de fundos de investimento.

A nova Portaria define que o credenciamento se aplica ao gestor e ao administrador dos fundos de investimento e das instituições financeiras bancárias, emissoras de ativos financeiros aptos a receberem diretamente as aplicações do regime.

Também prevê que deve ser realizado o credenciamento do distribuidor, instituição integrante do sistema de distribuição ou agente autônomo de investimento, certificando-se sobre a sua regularidade perante a CVM e o contrato para distribuição e mediação do produto ofertado, assim como das corretoras ou distribuidoras de títulos e valores mobiliários, para as operações diretas com títulos de emissão do Tesouro Nacional registrados no Sistema Especial de Liquidação e Custódia - SELIC.

Em função desta lacuna foi elaborado um novo Edital de Credenciamento, já adequado à nova legislação, que passou a vigorar a partir de 23/08/2022.

As demonstrações contábeis são documentos que apresentam o fluxo contábil e financeiro da entidade em um determinado período.

O objetivo é fornecer informações sobre a posição patrimonial e financeira, o resultado e o fluxo financeiro da entidade, que são úteis para diversos usuários na tomada de decisões.

A PARANAPREVIDÊNCIA apresenta o relatório de investimento de seus recursos em consonância com a Resolução do CMN n. 4.963/2021 e Portaria MTP n. 1.467/2022. Os recursos são aplicados observando-se os princípios de segurança, rentabilidade, solvência, liquidez, adequação à natureza de suas obrigações e transparência.

A gestão da carteira de imóveis é uma das incumbências da instituição. Esses imóveis, que originalmente pertenciam ao Instituto de Previdência dos Servidores do Estado do Paraná (IPE), com a criação da PARANAPREVIDÊNCIA foram transferidos em um primeiro momento para a instituição, tendo sido posteriormente transferidos ao Fundo de Previdência do Estado do Paraná.

Sendo assim, a PARANAPREVIDÊNCIA administra dezoito imóveis, representados por cinco edifícios, um prédio, seis lojas, três casas, uma escola, uma gleba e um terreno urbano. Tais imóveis integram o Investimento a Longo prazo do Fundo de Previdência e correspondem à importância de R$ 293,3 milhões.

A gestão patrimonial é desenvolvida por uma equipe interna composta por três especialistas que são responsáveis pelo planejamento, organização, gestão e controle das atividades, entre elas:

 Otimização do potencial dos imóveis, buscando maior rentabilidade para o Fundo de Previdência;
 Prospecção de novos clientes para locação, bem como a gestão dos contratos ativos;
 Conservação e manutenção dos bens imobiliários;
 Gestão e manutenção do arquivo documental, bem como são responsáveis pelo acompanhamento da regularidade fiscal dos imóveis
 Análise e validação das avaliações patrimoniais periódicas e dos estudos de viabilidade econômica, elaborados por terceiros, buscando orientar o Conselho Diretor da PARANAPREVIDÊNCIA na tomada de decisão sobre investimento em reformas de modernização, venda, concessões remuneradas, contratos de locação e demais assuntos pertinentes aos imóveis.