Notícias em Destaques

10/08/2017

Quinteiro se reúne com representantes das Universidades Estaduais

O diretor-presidente da PARANAPREVIDÊNCIA, Wilson Quinteiro, esteve reunido nesta quarta-feira (09) com reitores, vice-reitores e representantes das Universidades Estaduais do Paraná para discutir a decisão do Tribunal de Contas do Estado, que prevê que a dedicação exclusiva deve ser incorporada à aposentadoria de forma proporcional.
Com a decisão do Tribunal de Contas, as aposentadorias de todos os professores de universidades estaduais serão afetadas. A remuneração recebida pelos docentes contratados por Tempo Integral de Dedicação Exclusiva – Tide – e que até agora era vista como regime de trabalho, deverá ser incorporada às aposentadorias apenas de forma proporcional ao período em que eles estiveram vinculados à modalidade.
“A decisão do Tribunal é que a Tide seja uma gratificação transitória e não um regime de trabalho dos professores estaduais. Isso afeta o trabalho da PARANAPREVIDÊNCIA à medida em que passamos 17 anos fazendo um determinado tipo de cálculo e agora precisamos nos adequar”, explicou Quinteiro.
O diretor-presidente da PARANAPREVIDÊNCIA manifestou ainda preocupação com os casos de aposentadoria mais urgentes, como as aposentadorias compulsórias e por invalidez. “São vários casos de professores que já entraram com pedidos de aposentadoria. É uma questão humanitária tentar solucionar o problema com a menor perda possível para os docentes”, afirmou.
Participaram também da reunião colaboradores da PARANAPREVIDÊNCIA.

Universidades
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

Atendimento

  • Atendimento Telefônico 0800-643-0037
  • Locais de Atendimento

    Encontre o posto de atendimento mais próximo de você

  • Horário de Atendimento na Capital
      das 8h30 às 17h00

  • Fale Conosco

    Entre em contato por e-mail para tirar suas dúvidas, fazer críticas e elogios.

    Enviar Mensagem